CARTA AOS REGIMES PRÓPRIOS DO ESTADO DO PARANÁ

Criada em junho de 2002, a APEPREV surgiu com uma vocação educacional, a qual mantém até hoje, fazendo disso sua principal força e característica, e preocupa-se fundamentalmente com a formação e capacitação de seus associados, proporcionando às instituições participantes, constante aprimoramento do conhecimento através de atividades de intercâmbio estaduais e nacionais, realizando congressos e seminários com o objetivo de discutir e difundir os princípios previdenciários, tendo em vista as várias mudanças na Legislação Previdenciária, pois a cada dia que passa surgem inovações, sejam nos aspectos legais, políticos ou econômicos. Desse modo, a participação cada vez mais pró-ativa de todos os envolvidos é fundamental para o crescimento da Associação e dos associados.

No estado do Paraná menos da metade dos municípios tem Regime Próprio de Previdência Social (RPPS). Segundo dados do Ministério da Previdência, dos 399 municípios, 169 possuem RPPS, chegando a atingir somente nos municípios mais de 185 mil pessoas entre servidores ativos, inativos e pensionistas. O patrimônio líquido (PL) destes regimes alcança aproximadamente 13 bilhões de reais.
A Associação Paranaense das Entidades Previdenciárias do Estado e dos Municípios (APEPREV) atua como representante das instituições de previdência dos Municípios e Estado do Paraná, que são responsáveis pela gestão dos RPPS.

Para isto ao longo destes 13 anos de história, a APEPREV promoveu importantes fóruns de debates democráticos que difundiram informações, cultura e capacitações previdenciárias, refletindo na possibilidade de uma nova visão de previdência para todo o Estado do Paraná, com regimes próprios respeitados que servem de referências para o território nacional.
A APEPREV continuará se aprimorando cada vez mais, buscando diária e incansavelmente a profissionalização dos Regimes Próprios de Previdência, com o intuito de fortalecer ainda mais os RPPS do estado do Paraná, continuando a formação e organização de encontros regionais, grupos de estudos e debates que favoreçam troca de experiências. A Presidente, Jacqueline Niezer, e toda a diretoria, acreditam que somente uma boa base de formação poderá capacitar o gestor e conselheiros para avaliar e inovar em boas práticas de gestão, analisar investimentos, buscar melhores prestadores de serviços, enfim garantir a viabilidade previdenciária e com isso fortalecer os RPPS paranaenses.

Por fim, convidamos todos os Regimes Próprios de Previdência Municipais do Estado do Paraná para que, através de seus Gestores e Servidores, venham participar deste processo democrático de discussão e disseminação de informações, do associativismo como forma de romper barreiras e diminuir distâncias para promover mudanças no atual contexto previdenciário e fazer dos RPPS’s paranaenses instituições sólidas e respeitadas.

A Diretoria